Planejamento de capacidade de longo prazo do Porto de Pecém

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) pretende expandir a capacidade do Terminal Portuário de Pecém, localizado no Ceará. Atualmente passam por lá cerca de 8,3 milhões de toneladas de produto por ano. Segundo a perspectiva da entidade, esse número deve quintuplicar até 2057, chegando a marca dos 46 milhões de toneladas. Configura-se, portanto, um enorme desafio de reengenharia planejar as mudanças a serem realizadas a níveis urbano, logístico, administrativo, etc.

Diante desta problemática, foi encomendado pela entidade um modelo de simulação para dimensionar as estruturas logísticas e operacionais responsáveis pela chegada, operação e embarque de grãos, fertilizantes, minério de ferro, contêineres e cargas em geral. Desenvolvido pelos professores João Flávio de Freitas Almeida (Departamento de Engenharia de Produção) e Luiz Ricardo Pinto (Depto. de Engenharia de Produção), da Escola de Engenharia da UFMG, o projeto consistiu em fazer o levantamento de diversas informações ainda não contempladas no projeto conceitual. Sendo assim, evitaram-se correções tardias e onerosas, além de limitações na fase de instalações; pouparam-se recursos e tempo.