Projeto e construção de um simulador de módulos fotovoltaicos

Com o crescimento do uso de conversores de energia solar em elétrica, os painéis fotovoltaicos se tornaram um produto bastante comum no mercado brasileiro. Para a conexão deles à rede de energia e consequente integração com o sistema, o elemento chave é o inversor, que transforma em eletricidade o calor do sol.

Existem diversas normas internacionais que atribuem pré-requisitos básicos a esses conversores e detalham os testes que devem ser realizados. No entanto, essa tem sido um dos grandes desafios para o processo de fabricação, dado que a variação das condições operativas do painel fotovoltaico (radiação, temperatura, sombreamento, etc.) precisam ser muito bem analisadas e computadas para que ele atenda às exigências impostas à sua comercialização.

Pensando nisso, o professor Victor Flores Mendes, do Departamento de Engenharia Elétrica da Escola de Engenharia da UFMG, desenvolveu um projeto que consiste na construção de um simulador de arranjos fotovoltaicos para teste de inversores com tecnologia nacional. Desse modo, a pesquisa contribui tanto para o desenvolvimento de métodos alternativos para a geração de energia elétrica, quanto para a tecnologia nacional em sistemas de conversão fotovoltaica.