Otimização das condições de coagulação das quatro estações de tratamento de água em Teresina (PI)

Desenvolvido por uma equipe do Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental da Escola de Engenharia da UFMG (DESA-UFMG), coordenada pelo professor Marcelo Libânio, o projeto diz respeito a otimização das condições de coagulação das quatro estações de tratamento de água que abastecem Teresina, capital do estado do Piauí.

O trabalho consistiu na realização de ensaios de tratabilidade em equipamento de Jar Test para as águas afluentes às estações, em geral provenientes do período chuvoso e de estiagem, utilizando como coagulantes primários elementos como sulfato de alumínio, cloreto férrico e cloreto de polialumínio, além de polímeros catiônicos e aniônicos como auxiliares da coagulação.

Considerando duas águas de estudo, foram elaborados diagramas de coagulação e realizados ensaios de Jar Test, visando definir as condições ótimas em termos de dose de coagulante e respectivo pH de coagulação. A partir disso, é possível definir o coagulante mais adequado para o tratamento da água de acordo com o custo do produto para lavagem dos filtros e adequação do pH da água filtrada para desinfecção com cloro.