Avaliação de eficiência e melhorias de queimadores abertos em estações de tratamento de esgoto

Coordenado pelo professor Cláudio Leite, do Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental, o objetivo do projeto é avaliar a eficiência de queimadores abertos na destruição do metano contido no biogás gerado em reatores UASB instalados em Estações de Tratamento de Esgoto financiadas pela FUNASA.

A emissão do biogás para o meio ambiente contribui para o agravamento do aquecimento global gerando gases indutores do efeito estufa (GEE). Uma das formas de tratamento do biogás proveniente do esgoto é a queima com dispositivos que promovem sua combustão e minimizam as emissões poluentes para a atmosfera. A combustão de modo eficiente do biogás proveniente de reatores UASB promove a minimização da emissão de GEE e de maus odores por meio da transformação de seus compostos em óxidos e vapor d’água.

No entanto, devido a dificuldade de medição e caracterização do biogás proveniente de queimador abertos e as consequências desastrosas provocadas pelo lançamento do biogás na atmosfera, é necessário elaborar métodos que possibilitem a mensuração aprimorada e precisa da eficiência de destruição de metano desses equipamentos.

As melhorias construtivas e funcionais para esses queimadores visa melhor condição de queima e, consequentemente, uma diminuição de emissões poluente advindas dos tratamentos anaeróbios de esgotos.